quarta-feira, julho 27, 2011

Caso de estudo

O número de bolas perdidas por Gaitan é de bradar aos céus. Quem vê o jogo no estádio e tem a noção do campo todo, observando o comportamento do Gaitan por certo concordará comigo.

É de uma desplicência extrema, se nos lembrarmos do número de vezes que perde a bola e fica a olhar (os outros que se desenrasquem) - a típica vedeta.

Só que depois tem uns pésinhos como poucos. 8 ou 80.

Para mim estava a ser do piorzinhos até ao golo e até já quase tinha marcado em um chouriço na primeira parte - mais uma vez calou-me.

Se fosse mais competitivo e menos passivo e menos desplicente, dava um jogardozaço.

Por mim, quem pede o jogador no meio não tem noção do perigo que seríam as suas perdas de bola.

Etiquetas:

3 Comments:

At 12:14 da tarde, Blogger Jotas said...

Não concordo muito, porque se é verdade que Gaitan perde algumas bolas, é porque é ele que mais arrisca nos desiquilibrios no 1x1 e quem arrisca isso, obviamente perde mais bolas que os outros e mesmo sem esse golo, foi para mim, juntamente com os centrais e javi, dos melhores do benfica.

 
At 2:22 da tarde, Blogger dezazucr said...

Jotas, o problema não é tanto o perder bolas, pois só perde, como bem dizes, quem arrisca. O problema mesmo é o comportamento e a atitude aquando da perda. Fica sempre a olhar, à espera que alguém a vá recuperar por ele, nem uma pressãozita, nada. Para além de não ser criterioso nas zonas onde arrisca e perde as bolas, muitas vezes provocando situações incómodas devido à colocação em campo da nossa equipa.

 
At 8:26 da tarde, Blogger PB said...

no meio só como avançado. Como 10 jamais!!!! era suicidio.

 

Enviar um comentário

<< Home