quarta-feira, julho 05, 2006

Raios parta...



A quente

Raios parta o jogo, raios parta a bola caprichosa, raios parta a nossa falta de pontaria, raios parta os centrais da França, raios parta o tal jogador que já estava velho, raios parta a implicância de Scolari com os pontas de lança da treta, raios parta o árbitro, raios parta os jogadores que ao sentirem o toque caem, raios parta o Miguel lesionar-se sempre em jogos decisivos, raios parta...

A frio
Aconteceu o que eu receava. A tradição cumpriu-se e Portugal foi eliminado pela França. Mas podemos reflectir um pouco acerca do facto de Portugal cair sempre aos pés da França e da Itália. Por alguma razão eu prefiría que o Brasil tivesse passado. Por alguma razão pedia a Alemanha na final.
Ponto 1, quer queiramos quer não, são mais fortes.
Ponto 2 e mais importante, têm defesas implacáveis, ou como diriam os brasileiros, uma zaga que não vacila. Basta ver que Portugal, sempre que encontrou uma defesa mais forte, foi incapaz de fazer mossa. Aconteceu sempre assim com a França e a Itália, aconteceu no europeu com a Grécia (jogo de abertura e final) e aconteceu no final de semana com os ingleses. Se não houver espaço, os nossos jogadores eclipsam.
É pena. Falta lá o saca-rolhas, o abre-latas, enfim.
Cristiano Ronaldo fez na primeira parte das melhores exibições que lhe vi fazer, maduro e objectivo, optando pelo drible quando tinha de ser e não exagerando, apenas para criar desiquilíbrios - fosse sempre assim. No entanto os franceses devem ter levado nas orelhas no intervalo (outra similaridade com a semi-final de 2000), dado que na segunda parte foi completamente anulado, sendo que havia sempre um jogador extra na dobra. Aí, ou a bola não lhe chegava (estava normalmente tapado) ou jogava de primeira ou perdia a bola. Mérito dos franceses.
Deco foi uma nulidade. Aliás, serviu para perder algumas bolas estúpidas, mas ok, concordo que aquele meio campo sem ele é bem pior. De qualquer forma, esperava-se que ele assumisse mais o jogo e desiquilibrasse mais, ou não é ele o brrr mágico?
Gosto muito do Scolari, sempre gostei, mas continuo sem perceber e sou uma pessoa bem paciente a insistência no Pauleta e, ainda menos no Postiga o maior flop de que há memória - o outro ao menos ainda marca no campeonato e aos mija-na-escada.

Ah, um reparo: Os portugueses são sim simuladores, pelo menos alguns deles. É incrível como alguns jogadores não podem sentir um toque, um encosto um sopro que se amandavam logo ao chão. Mais irritante ainda quando ainda tinham oportunidade de jogar a bola. Depois, se os árbitros normalmente já não simpatizam connosco, de cada vez que realmente há uma falta, hesitam em saber se terá sido mesmo falta. Esta fama fizemos por merecer.

Parabéns pelo jogo.
Roma e Pavia não se fizeram num dia e Portugal como selecção tem tido, apesar dos percalços, um percurso ascendente. Espero que não pare de crescer.
Espero também que os jogadores puxem de si todo o brio que já mostraram ter e tragam para casa o 3º lugar. Ah, e que Scolari continue, não vamos dar 20 passos atráz.

11 Comments:

At 10:58 da manhã, Blogger LOM said...

Bom comentário

 
At 2:30 da tarde, Blogger Marcelo Leal said...

só pergunto uma coisa à ti, dezazucr: Por que não colocar Nuno Gomes ao lugar de Pauleta?

Outra vez, Scolari errou nas alterações. quando tirou Pauleta e colocou Simão, novamente deslocou C. Ronaldo para ponta de lança e ficou 10 minutos (em uma hora em que era importante a pressão, com um ponta de lança nato entre os defesas) sem um finalizador na área. e quando tirou Costinha para colocar Postiga, errou por colocar Postiga (!).

agora é torcer para conseguirem o terceiro lugar, mas penso que está difícil. os alemães são muito orgulhosos e vão dar tudo por esta medalha.

saudações,
http://estadiovazio.blogspot.com

 
At 3:58 da tarde, Blogger dezazucr said...

também fiquei possesso por ele não ter colocado o nuno gomes. Eu acho o postiga um flop.
Só posso acreditar que o nuno gomes não estava em condições, visto a lesão brutal que sofreu num jogo contra o belenenses no campeonato, só pode. Afinal, ele só o usou nos 10m finais da partida com o méxico.

 
At 4:01 da tarde, Blogger sheuhan said...

o scolari tem fetiches que ninguém percebe, mas acho que a lesão do miguel complicou as coisas, pois foi obrigado a queimar uma substituição.

 
At 4:21 da tarde, Blogger dezazucr said...

é... o gajo se calhar ia apostar em 2 pontas, postiga e ngomes mais o simão, mas depois não pode.
Nem critico a entrada de simão pois até entrou bem mas depois os franceses anularam-no, aliás, eles tiraram o espaço todo para os portugueses jogarem.

 
At 10:03 da tarde, Blogger Pedro said...

Parece q a questão NG vai mais além do q a condição fisica. Isso é q me incomoda.

Acho q Scolari se incimpatibilizou com Caneira e NG. O q aconteceu não sei..mas os zunzuns falam disso.

 
At 11:27 da manhã, Blogger redjersey said...

não sei, mas durante o euro, normalmente o scolari lançava primeiro o nuno gomes. Tanto assim foi que foi ele que resolveu o jogo com a espanha. eu também acredito que o nuno possa estar lesionado.Afinal a entrada que sofreu foi brutal!

 
At 12:13 da tarde, Blogger dezazucr said...

e olhem que a lesão que sofreu foi bem violenta... tanto que quando chegou ao banco até chorou :(

 
At 1:18 da tarde, Blogger Emanuel said...

Das últimas vezes q perdemos contra a França senti-me triste mas ao mesmo tempo resignado, pq há q admitir os franceses sp exibiram um melhor futebol. Mas desta vez, sinto-me frustrado pq PT jogou de igual para igual, tv até tenha sido um bocadinho superior. Mas prontos! N tivemos a sorte do jogo e...tal como se esperava o jogo resolveu-se nos detalhes.
Depois de sofrermos o golo, esperava q o CR fosse encostado a ala direita e qo Miguel viesse apoiar o ataque com mais frequencia. Pois vis-se claramente q o Abidal era o ponto fraco a explorar. Figo esteve bem mas era necessario alguém + rápido. Mas qdo o Miguel parecia querer despertar, depois de uma bela incursão por meio de vários jogadores, lesionou-se e aí todas as minhas experanças de recuperar a desvantagem esfumaram-se. Para mim esse foi o ponto chave q impediu PT de fazer melhor na 2 parte.
Qto as simulações, tb concordo q Portugal exagera nesse tipo de lances q raramente acabam por favorecer a equipa e q prejudica imenso a imagem dos jogadores portugueses. Mas uma coisa é certa: não é so PT q recorre a esse tipo de lances. A Itália ganhou um penaltie q lhes deu a vit´ria sobre a Austrália nos últimos segundos, A Ucrania obteve um penaltie q n existiu sre Sheva e q deu a vitoria sobre a Tunísia, uma simulação de falta q n existiu sobre Henry deu livre q originou o golo da vitória da França sobre a Espanha. E ainda por cima os médias franceses cascam todos os dias nos portugueses, principalmente CR acerca das suas simulações.

 
At 3:10 da tarde, Blogger dezazucr said...

mas se já temos a fama, porquê abusar? se queremos tirar essa imagem não é assim que vamos conseguir...

Realmente, tal como contra a Grécia, a lesão do Miguel foi um bocado o ponto de viragem do jogo, pois a partir desse momento a selecção pareceu adormecer...

 
At 3:57 da manhã, Blogger Marcelo Leal said...

dezazucr, acabo de publicar em meu blog uma análise do Itália - França. dá uma olhada lá, espero que goste.

saudações
http://estadiovazio.blogspot.com

 

Enviar um comentário

<< Home